A inglesa Courtney Whitorn, de 20 anos, que vive na Austrália, acabou tendo que amputar o dedo polegar de uma das mãos por causa de um vício que é frequente em grande parte da população: roer unhas.

Ela começou a roer as unhas quando estava no ensino médio e era alvo de bullying.

O hábito tornou-se um vício incontrolável. Em 2014, ela chegou a roer toda a unha de um dos polegares.

A estudante escondia o vício dos pais e amigos, até que este ano foi levada a um médico, que diagnosticou câncer no polegar, um melanoma raro associado ao hábito de roer unhas e aos danos provocados nos tecidos da região.

Após uma cirurgia, Courtney teve que amputar o polegar direito. “Quando descobri que roer unhas era a causa do meu câncer, eu fiquei despedaçada”, disse a estudante.

Agora, além da recuperação da cirurgia, ela passa por médicos para tratar seu vício, também chamado de onicofagia, uma doença associada a quadros de estresse e nervosismo.

Veja algumas fotos do dedo:

Courtney Whithorn
Courtney Whithorn
Courtney Whithorn

Após quatro anos foi que a estudante decidiu procurar um médico, descobrindo, portanto, um tipo raro de câncer, conhecido como melanoma acral lentiginoso subungueal.

Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!
Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!